Gestão e Planejamento

No TRE-SE a preocupação com o tema socioambiental teve início no ano de 2007, quando foi instituído o programa de educação ambiental, denominado Nosso Ambiente, o qual realizou, no período de 2007 a 2010, diversas ações educativas visando à preservação do meio ambiente e à utilização racional dos recursos materiais.

Também em 2007 o tema Responsabilidade Social e Ambiental foi elevado ao nível estratégico, pela incorporação de objetivos e indicadores voltados ao desenvolvimento de ações de conscientização ambiental e de cidadania. E a partir de então, a cada ciclo do Planejamento Estratégico, este compromisso vem sendo ampliado e aperfeiçoado.

Em dezembro de 2012, foi instituída Comissão Gestora responsável por elaborar, monitorar, avaliar e revisar o 1º Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS), aprovado em julho de 2013 e com vigência prevista para o período 2013-2017, o qual foi elaborado em conformidade com as disposições da Instrução Normativa nº 10 do MPOG, de 12 de novembro de 2012 .

Em novembro de 2014, o então PLS foi extinto e uma nova Política de Gestão do Uso de Recursos Renováveis e Sustentabilidade Ambientalfoi instituída no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral, conforme Portaria 590/2014, voltada ao desenvolvimento contínuo de ações visando à adoção de práticas de uso racional de recursos renováveis e de sustentabilidade. Um modelo mais simplificado de PLS que vigorou no biênio 2015 –2016  e que englobava os seguintes temas: água, energia, papel, compras sustentáveis e coleta seletiva.

Em 2016, a Resolução TRE-SE 44/2016 instituiu o Núcleo Socioambiental, determinou a instituição da Comissão Gestora do PLS e definiu os requisitos para elaboração de um novo PLS para este Regional, alinhado às diretrizes do CNJ e do TSE.

Por fim, adveio a Resolução TRE-SE 18/2017, que instituiu o Plano de Logística Sustentável do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe para o ciclo 2017-2020, instrumento de planejamento que reflete o compromisso do TRE-SE com a responsabilidade socioambiental e direciona suas ações, priorizando o estímulo à reflexão, à conscientização e à adoção de atitudes que levem ao respeito e desenvolvimento do ser humano de forma integrada com o meio ambiente e ao uso racional dos recursos naturais e dos bens públicos.

Pela Portaria 960/2017 foram estabelecidas as metas associadas aos indicadores do Plano de Logística Sustentável do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (Anexo I) e algumas alterações foram realizadas no quadro de indicadores (Anexo II).

Conheça o Plano de Logística Sustentável do TRE-SE!!