Plano Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação - PETIC

A definição de um plano estratégico de TIC no TRE/RN foi iniciada em março/2010, após a edição das Resoluções nºs 90 e 99/2009 – CNJ e 32/2009 – TRE/RN, com revisões periódicas, objetivando possibilitar eventuais ajustes, caso verificadas inconsistências durante o exercício. A versão referente ao quinquênio 2016/2020 foi instituída inicialmente através da Resolução TRE/RN nº 025/2015, confeccionada com a participação de todos os gestores da área de TIC, tomando por base as diretrizes do Poder Judiciário e o plano estratégico institucional, e foi validada em reunião do Comitê Diretivo de TIC.  Além da missão, visão, objetivos estratégicos, indicadores e metas, o documento também contém a análise dos cenários interno e externo (conhecido como diagnóstico SWOT, conjunto de ameaças, forças e fraquezas, oportunidades e ameaças), como ponto de partida.

A versão mais recente do plano, instituída pela Resolução nº 03/2016, foi elaborada conforme recomendação contida na Resolução CNJ nº 211/2015, em seu Art. 26, por meio da qual foi instituída a Estratégia Nacional de Tecnologia da Informação e Comunicação do Poder Judiciário para 2015/2020 (ENTIC-JUD), tendo como meta promover a melhoria da governança, da gestão e da infraestrutura tecnológica no âmbito do Poder Judiciário.

Na nova versão do PETIC 2016/2020, foram alterados os objetivos estratégicos de TIC, os indicadores e as metas, mantendo-se, portanto, a visão de futuro, a missão e os valores estabelecidos na edição anterior, bem como o devido alinhamento ao Plano Estratégico Institucional (PEJERN 2016/2020).


Missão

Prover soluções tecnológicas para garantir o alcance dos objetivos institucionais da Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte.

Visão

Ser reconhecida pela excelência e inovação de suas soluções e pela implantação de boas práticas
de governança e gestão.

Atributos de valor

  • SEGURANÇA: proteção do conjunto de dados e informações corporativas, buscando
    garantir a sua disponibilidade, integridade e confiabilidade e o cumprimento da Política de
    Segurança da Informação e Comunicação vigente;
  • SUSTENTABILIDADE: garantia do equilíbrio entre a sociedade e o meio ambiente, por meio
    do uso eficiente dos recursos de tecnologia da informação e comunicação;
  • TRANSPARÊNCIA: garantia do acesso às informações, ações e decisões institucionais;
  • INOVAÇÃO: estímulo à criatividade e à busca de soluções diferenciadas;
  • QUALIDADE: conformidade com padrões, processos e requisitos de negócio


Links

Gestor Responsável: Gabinete da Secretaria de Tecnologia da Informação +