Biblioteca Desembargador Ítalo Pinheiro

A biblioteca do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, vinculada à Secretaria Judiciária, existe como unidade administrativa desde 1974 e funcionou no 1º andar do edifício sede até 1991. Nesse ano o seu acervo era composto de 266 exemplares de livros e periódicos, destacando-se alguns títulos de valor inestimável: Comentários ao Código de Processo Civil de Pontes de Miranda, edição de 1948, Caldas Aulete Dicionário, (1958), Dicionário Prático do Servidor do Estado (1944) e LEX – Legislação Federal e Marginália, periódico ainda corrente, cujo número mais antigo data de 1938.
Em 2001 o espaço físico da biblioteca foi ampliado de 40 para 116 m². Com a ampliação, outros acervos foram incorporados: hemeroteca de diários oficiais da União e do Estado que foram transferidos da Seção de Arquivo; reserva técnica de todas as publicações do TRE-RN, coleção de materiais especiais em CD e a de objetos sobre a história da justiça eleitoral.

Em 2003, por meio da Resolução 010/03-TRE-RN, foi instituído o Centro de Memória da Justiça Eleitoral Professor Tarcísio Medeiros, que ficou sob a responsabilidade da Seção de Biblioteca.

No ano de 2006 mais um avanço no processo de informatização da biblioteca foi consolidado com a aquisição e implantação do sistema Aleph, possibilitando a inclusão deste Regional na Rede de Bibliotecas da Justiça Eleitoral (REJE), criada e gerenciada pelo TSE.  Nessa nova fase a biblioteca dá um salto qualitativo, tanto na realização de suas rotinas internas, como no atendimento aos usuários. O novo sistema, além de agilizar a execução das rotinas internas, possibilita ao usuário utilizar os serviços da biblioteca via internet, consultar o catálogo coletivo de outras bibliotecas da Rede, realizar reservas e renovações, obter atendimento personalizado através do sistema de Disseminação Seletiva da Informação (DSI) - que consiste em informar periodicamente as novas aquisições conforme perfil do usuário – entre outros serviços

 

LOCALIZAÇÃO:

Pça. André de Albuquerque, 578, Cidade Alta, Natal, Rio Grande do Norte, Brasil,  CEP 59025-580
Fone/Fax: (84) 4006-5743/5691
Endereço Eletrônico: sbe@tre-rn.jus.br
Horário de Atendimento*:
8h às 19h.

* O horário de atendimento da Biblioteca está diretamente vinculado ao horário do TRE/RN, podendo sofrer alteração por decisão administrativa, ligue para certificar-se.

O acervo da Biblioteca do TRE/RN é especializado em Direito Eleitoral, mas também abrange outras áreas do conhecimento que mantêm relação com as atividades desenvolvidas no Tribunal pelos seus servidores.

Atualmente, a Biblioteca dispõe de aproximadamente 2.588 livros, dentre doutrinas, dicionários e códigos, de 6.179 fascículos dos 58 títulos de periódicos recebidos mensal, trimestral, semestral e anualmente, e de 162 documentos e objetos do Centro de Memória da Justiça Eleitoral. Esse quantitativo refere-se às publicações registradas na Rede de Bibliotecas da Justiça Eleitoral – REJE, excetuando-se, apenas, alguns documentos do Centro de Memória, ainda em processo de catalogação.

Guia do Usuário

 

● REJE

Catálogo da REJE

 

● DICIONÁRIOS

Mundo dos filósofos:Pequeno Dicionário Jurídico de Expressões Latinas 

STF: Glossário Jurídico

DireitoNet

Central Jurídica

 

 

Tenha acesso ao espaço reservado às publicações dos servidores do TRE/RN.

ACESSE AQUI (POESIASE CRÔNICAS)

 

Cecília Meireles - É preciso não esquecer nada
 
É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.
 
É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.
 
O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.
 
O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos,
a idéia de recompensa e de glória.
 
O que é preciso é ser como se já não fôssemos,
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence.