Osvaldo Lacerda de Sousa
24.02.1965 a 1984

Osvaldo Lacerda de Sousa

  24.02.1965 a 05.08.1984

 

OSVALDO LACERDA DE SOUSA – Nasceu em Simões-PI, aos 11 de fevereiro de 1916, filho de Antônio Bento de Sousa e Maria Lacerda de Sousa.

Foi oficial do Exército Brasileiro entre os anos de 1934 a 1938 e funcionário do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí no período de 1938 a 1948.

No ano de 1945, foi requisitado para exercer o cargo de Auxiliar Administrativo na Secretaria do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí. Ingressou no quadro permanente deste Órgão em 1º de dezembro de 1948, quando nomeado Oficial Administrativo. Nesse cargo, foi Secretário do Procurador Regional Eleitoral e Substituto legal do Diretor titular (1964-1965). Já no cargo de Oficial Judiciário, assumiu, em 24 de fevereiro de 1965, a Direção-Geral da Secretaria deste Tribunal, permanecendo até sua aposentadoria em agosto de 1984.

Faleceu em 30 de junho de 1991.

Em Sessão do TRE-PI do dia cinco de agosto de 1991, o Desembargador Presidente Antônio Ribeiro de Almeida assim se reportou ao biografado: “Pessoa por demais conhecida nos meios da Justiça piauiense, vez que por 40 anos prestou os mais relevantes serviços à Justiça Eleitoral deste Estado, tendo, inclusive, permanecido durante quase 20 anos ininterruptamente no exercício das funções de Diretor-Geral da Secretaria deste TRE, colaborando com oito Presidentes, de 1965 a 1984. Profundo conhecedor do Direito Eleitoral, cuja evolução acompanhara desde o restabelecimento da Justiça Eleitoral em 1945. Não existiam segredos para ele na copiosa legislação e na alentada Jurisprudência. Foi um exemplo de funcionário público, que muito dignificou a Justiça Eleitoral, pela sua competência e dedicação inigualáveis. Era a fonte a que recorriam todos os interessados em dirimir dúvidas sobre as questões eleitorais. E a todos atendia com a mesma solicitude e boa vontade, sem fazer distinção: aos políticos, aos delegados de partidos, aos parlamentares, aos estudiosos, aos colegas da secretaria, aos juízes do interior, aos escrivães de todo o Estado. Sua dedicação era total, não conhecendo horários ou limites, sempre mantendo o mesmo vibrante entusiasmo pela Justiça Eleitoral que, ao lado de sua família, constituía a razão de ser da sua existência. Isso o fazia admirado, respeitado e benquisto por todos que com ele conviveram. Era para o TRE do Piauí o que foi o Dr. Geraldo da Costa Manso para o TSE”.

 

(Atualizado em 13 de abril de 2012).

 

FONTESCONSULTADAS:

BRASIL.TribunalRegionalEleitoral (PI).AJustiçaEleitoralnoPiauí.Teresina:TRE-PI,1999.

MEMBROSdaJustiçaEleitoral:basededados.Disponívelem:<http://akira.tse.gov.br>.Acessoem: 13 deabrilde2012.

Gestor Responsável: Tribunal Regional Eleitoral - PI +