Informações turísticas

Logomarca do 45º Colégio de Corregedores Eleitorais que será em BH nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2019

Artesanato, queijos e produtos mineiros

Temperos, aromas, sabores, crenças, cores: todas as características mais marcantes da cultura mineira dão charme e muita personalidade ao mercado mais querido de Belo Horizonte.  Há mais de oito décadas, o Mercado Central é ponto turístico para quem vem de fora e ponto de encontro para quem vive na cidade.

Nesse tempo, deliciosos pratos da comida típica, diferentes formas de religiosidade, toda a criatividade e delicadeza do artesanato e muitos outros preciosos traços da cultura popular mineira fazem do Mercado Central um espaço único, que une tradição e contemporaneidade e encanta por sua singularidade.


Passeios culturais

No bairro Cidade Jardim, região Sul de Belo Horizonte, um casarão secular preserva e simboliza, como nenhum outro prédio, a história da capital mineira. A sede da antiga Fazenda do Leitão, uma casa de dois pavimentos, construída em 1883 quando existia apenas o Curral Del Rei e a disposição de novos republicanos em criar uma nova capital para o Estado, recebe visitantes do Museu Histórico Abílio Barreto. Junto ao casarão, um bonde elétrico e uma locomotiva a vapor completam o simbolismo do lugar dedicado à educação e ao lazer.  

Documentos dos mais de cem anos de Belo Horizonte estão na instituição, que cumpre o papel de guardar parte significativa da memória da cidade. Inaugurado em  1943, o MHAB recolhe e preserva ítens que contribuem para a compreensão da dinâmica sócio-histórica da cidade, sua finalidade é tornar público o acesso aos bens culturais preservados, fomentando a participação dos cidadãos na construção da memória e do conhecimento sobre a cidade.

Conjunto Moderno da Pampulha, obra-prima que leva a assinatura de Oscar Niemeyer, Roberto Burle Marx e Cândido Portinari, tornou-se, em julho de 2016, Patrimônio Cultural da Humanidade, título emitido pela UNESCO. O Conjunto inclui os edifícios e jardins da Igreja São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube, construídos quase simultaneamente entre 1942 e 1943, além do espelho d’água e da orla da Lagoa. Contempla também a Praça Dino Barbieri e a Praça Alberto Dalva Simão, ambas projetadas por Burle Marx.

O Circuito Liberdade é reconhecido como um importante corredor de cultura do país. Abrigado em uma área histórica da capital mineira, o Circuito é composto por treze instituições, dentre museus e centros culturais, que mapeiam diferente aspectos do universo cultural e artístico.

Espaços que integram o Circuito Liberdade:

Arquivo Público Mineiro, Biblioteca Pública Luiz de Bessa, Casa Fiat de Cultura, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro de Arte Popular Cemig, Centro de Formação Artística - Cefar Liberdade, Espaço do Conhecimento UFMG, Horizonte Sebrae - Casa da Economia Criativa, Memorial Minas Gerais Vale, MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal, Museu Mineiro, Palácio da Liberdade e BDMG Cultural

 

Mais informações sobre pontos turísticos e espaços culturais acesse: http://www.belohorizonte.mg.gov.br

 

Passeios próximos a Belo Horizonte

Ouro Preto (95 km de BH, 01h30min de carro)- Site: http://ouropreto.org.br/

Inhotim (em Brumadinho, 55 km de BH, 01h de carro ) - Site: http://www.inhotim.org.br/