imprimir    salvar

Eleitorado no exterior

O número de eleitores brasileiros inscritos no exterior cresceu consideravelmente nos últimos anos. A Justiça Eleitoral registrou, entre julho de 2010 e outubro de 2011, um aumento de 2,37% no eleitorado brasileiro no exterior.

Dos dados analisados no mencionado período, constatou-se um aumento de 4.752 (de 200.392 para 205.144) eleitores alistados nas representações diplomáticas brasileiras espalhadas pelo mundo. Foram, em média, 279 novos pedidos de cadastramento por mês.

Os eleitores no exterior correspondem a 0,15% do total do eleitorado brasileiro, que soma 136.072.921.

Para fins de administração do cadastro de eleitores, a Zona Eleitoral do Exterior (ZZ) possui 155 localidades e 654 seções eleitorais distribuídas pelos cinco continentes, sendo que o maior eleitorado está nos Estados Unidos, com 66.895 alistados.

A seguir, relacionam-se, em cada continente, os países com maior eleitorado brasileiro no exterior:

CONTINENTEPAÍSELEITORADO
ÁFRICAÁfrica do Sul556
AMÉRICAEstados Unidos66.895
ÁSIAJapão12.592
EUROPAPortugal22.700
OCEANIAAustrália1.991

Nos países limítrofes ao território brasileiro, a Argentina soma o maior número de alistados, com 4.455, seguido pelo Paraguai, com 4.234, e, curiosamente, por Guiana Francesa, com 3.244, que superou o número de eleitores registrado pelas representações diplomáticas da Bolívia (1.683) , do Uruguai (1.506), da Venezuela (1.215), do Peru (663) e da Colômbia (624).

Esse crescimento deve-se também às campanhas de incentivo ao voto desenvolvidas pela Justiça Eleitoral brasileira, que tem atuado de modo a proporcionar o exercício da cidadania a todos os brasileiros, onde quer que estejam.

Ressalte-se, por fim, a existência de um grande contingente de eleitores brasileiros residentes no exterior que permanecem inscritos no País.

 

* Dados referentes a outubro/2011. Disponível em http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas-do-eleitorado/quantitativo-do-eleitorado/consulta-por-municipio-zona


Atualizada em 7.12.2011

Gestor Responsável: Tribunal Superior Eleitoral +