Áreas Temáticas

Imagem da capa do manual de boas praticas ambientais

Caro visitante, seja bem-vindo a área temática das Licitações e Contratações Públicas Sustentáveis.
A Comissão Ambiental do TRE-DF preparou este guia temático para assisti-lo com informações importantes sobre o tema em um único sítio, ligado, por intermédio de links a outros mananciais de informação públicos, que lhe permitirão compreender melhor a matéria e atuar com maior segurança na seara das licitações e contratações públicas sustentáveis.
Para saber mais informações clique neste link Licitações e Contratações Públicas Sustentáveis.

 

VEJA A CARTILHA DE BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS NO SETOR!! CLIQUE AQUI!

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

A meta estabelicida pelo TREDF, em seu Planejamento Estratégico Ambiental 2012/2014, foi de 5% de redução de consumo de energia elétrica.

 A média atual de consumo de energia é de 131.170 Kw ou R$ 57.000,00.

Para atingir essa meta de 5% de redução de consumo de energia elétrica, várias ações serão desenvolvidas ao longo deste biênio, tais quais:

- colocação de 100% de sensores de presença nos banheiros;

- colocação de 100% de sensores de presença nas escadas;

- troca dos chuveiros do vestiário do 1.º subsolo do edifício-sede por chuveiros com selo de eficiência energética:

- troca gradual dos frigobares, televisores e ares-condicionados pelos que possuam selo de eficiência energética;

- troca das lâmpadas dos prédios que aindam não sejam econômicas;

- sensibilização dos servidores para que adotem atitudes de economia de energia nos setores, por meio de visita da Comissão Ambiental aos setores e das ações descritas na aba "Seja sustentável no seu setor".

ECONOMIA DE ÁGUA

A meta estabelicida pelo TREDF, em seu Planejamento Estratégico Ambiental 2012/2014, foi de 5% de redução de consumo de água.

 A média atual de consumo de água é de 1.213 lt ou R$ 17.000,00.

Para atingir essa meta de 5% de redução de consumo de água, várias ações serão desenvolvidas ao longo deste biênio, tais quais:

- colocação de 100% de torneiras de fechamento automático;

- instituição da lavagem ecológica na frota do TREDF;

- regagem dos jardins pela manhã, hora em que as plantas absorvem mais água:

- planejamento antecipado da lavagem das caixas d'água para que não haja desperdício;

- inclusão de captação da água das chuvas nas construções ou reformas futuras dos prédios do TREDF;

- sensibilização dos servidores para que adotem atitudes de economia de água nos prédio do TREDF, por meio de visita da Comissão Ambiental aos setores e das ações descritas na aba "Seja sustentável no seu setor".

 

Caro Visitante,

 

Neste campo será possível verificar a importância da educação ambiental no contexto da promoção do desenvolvimento sustentável. Como já exposto na Seção Histórico, uma das atuações da Comissão Ambiental do TRE-DF foi a contratação de empresa para elaborar um diagnóstico ambiental do Edifício-Sede e em todos os Cartórios desta Justiça Eleitoral.

Segundo a Fundação Procurador Pedro Jorge de Melo e Silva, a Educação ambiental, acontece formalmente no Brasil desde 1999. Tem o objetivo de disseminar o conhecimento sobre o ambiente. Sua principal função é conscientizar à preservação do meio ambiente e sua preservação, utilização sustentável. É uma metodologia de análise que surge a partir do crescente interesse do homem em assuntos como o ambiente devido às grandes catástrofes naturais que têm assolado o mundo nas últimas décadas.

No Brasil, a Educação Ambiental assume uma perspectiva mais abrangente, não restringindo seu olhar à proteção e uso sustentável de recursos naturais, mas incorporando fortemente a proposta de construção de sociedades sustentáveis. Mais do que um segmento da Educação, representa a Educação em sua complexidade e completude.

A Educação Ambiental tornou-se lei em 27 de Abril de 1999. A Lei N° 9.795 – Lei da Educação Ambiental, em seu Art. 2° afirma: “A educação ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não-formal. Tenta despertar em todos a consciência de que o ser humano é parte do meio ambiente. Ela tenta superar a visão antropocêntrica, que fez com que o homem se sentisse sempre o centro de tudo esquecendo a importância da natureza, da qual é parte integrante.Desde muito cedo na história humana para sobreviver em sociedade, todos os indivíduos precisavam conhecer seu ambiente. O início da civilização coincidiu com o uso do fogo e outros instrumentos para modificar o ambiente, devido aos avanços tecnológicos, esquecemos que nossa dependência da natureza continua”.

A educação ambiental é a ação educativa permanente pela qual a comunidade toma consciência de sua realidade global, do tipo de relações que os homens estabelecem entre si e com a natureza, dos problemas derivados de ditas relações e suas causas profundas. Ela desenvolve, mediante uma prática que vincula o educando com a comunidade, valores e atitudes que promovem um comportamento dirigido a transformação superadora dessa realidade, tanto em seus aspectos naturais como sociais, desenvolvendo no educando as habilidades e atitudes necessárias para dita transformação. É um processo de reconhecimento de valores e clarificações de conceitos, objetivando o desenvolvimento das habilidades e modificando as atitudes em relação ao meio, para entender e apreciar as inter-relações entre os seres humanos, suas culturas e seus meios biofísicos. A educação ambiental também está relacionada com a prática das tomadas de decisões e a ética que conduzem para a melhora da qualidade de vida.

 Entende-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade.

Veja mais em: Relatório de Capacitação e sensibilização de servidores - Fundação Procurador Pedro Jorge Melo e Silva

OUTRAS DEFINIÇÕES

"A educação ambiental é a ação educativa permanente pela qual a comunidade educativa tem a tomada de consciência de sua realidade global, do tipo de relações que os homens estabelecem entre si e com a natureza, dos problemas derivados de ditas relações e suas causas profundas. Ela desenvolve, mediante uma prática que vincula o educando com a comunidade, valores e atitudes que promovem um comportamento dirigido a transformação superadora dessa realidade, tanto em seus aspectos naturais como sociais, desenvolvendo no educando as habilidades e atitudes necessárias para dita transformação."

Conferência Sub-regional de Educação Ambiental para a Educação Secundária
Chosica/Peru (1976)

 
"A educação ambiental é um processo de reconhecimento de valores e clarificações de conceitos, objetivando o desenvolvimento das habilidades e modificando as atitudes em relação ao meio, para entender e apreciar as inter-relações entre os seres humanos, suas culturas e seus meios biofísicos. A educação ambiental também está relacionada com a prática das tomadas de decisões e a ética que conduzem para a melhora da qualidade de vida".

Conferência Intergovernamental de Tbilisi (1977)

 


"Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade."
Art. 1º da Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999

 

 

"Processo em que se busca despertar a preocupação individual e coletiva para a questão ambiental, garantindo o acesso à informação em linguagem adequada, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência crítica e estimulando o enfrentamento das questões ambientais e sociais. Desenvolve-se num contexto de complexidade, procurando trabalhar não apenas a mudança cultural, mas também a transformação social, assumindo a crise ambiental como uma questão ética e política."


Patrícia Mousinho. Glossário.
In: Trigueiro, A. (Coord.) Meio ambiente no século 21.
Rio de Janeiro: Sextante. 2003.
.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Link:  http://www.mma.gov.br/educacao-ambiental/politica-de-educacao-ambiental

: